sábado, junho 21, 2008

tem um furo no meu pé?

E então hoje eu percebi que pouco me importa quem acha
ou deixa de achar
quem pensa ou se deixa de pensar
quem aprova ou resolve desaprovar...
na verdade, não me sinto dona da verdade,
mas sim com autoridade suficiente para eu achar o que eu quiser!
assim como perder o que bem entender...
Pouco me importa se hora decepciono
outrora, também fui decepcionada e
isso serviu pra eu reavaliar os meus conceitos
Agora observo quem caminha comigo do meu lado
quem é meu de fato
e a que vertente eu pertenço
ao passo de que me preocupa apenas as minhas inquietações
o resto é balela.
Se para as minhas atitudes, há reprovações
tão pouco me gasto.
Penso que valha minha consciência
descência, transparência,
a um amontoado de palavras em busca de parecer o que não sou
Não quero ser melhor,
menos ainda o vencedor
basta-me o prazer de fazer o que de fato é meu dever
sem agradar gregos, nem troianos
menos ainda ter neste a referência para indicações
faço jornalismo,
não politica;
não me candidato,
me abstraio;
não quero cadeira cativa,
sento no chão;
não ocupo muito espaço,
fico ali calada, tranquila e serena,
unicamente preocupada com o que me dá prazer:
Fazer poesia com histórias de verdade
Ouvir música e cantarola-las
Parar o tempo, transformá-lo em negativo
Conviver com quem realmente tem um pouco de mim
Ver, Ter, Ler, Ser!!
parecer, não é pra mim.

Um comentário:

Danni disse...

fabi, a cada dia tu ta escrevendo melhor!!
eu venho aqui no teu blog e me surpreendo com as tuas tiradas, as tuas frases bem montadas... e fico imaginando essa tua cara de menina moleca falando tudo isso naquele tom acido caracteristico teu!!
por isso que eu te amo e sempre vou te amar, apesar do nosso distanciamento atual, tu sempre vai ser a amiga q vai estar no meu coracao, o limao pro meu cha de mel!!
hahahahahaha
e parabens milhoeeeeeeeeees de vezes, tu ta matando a pau!
bejo no coracao! :)

please, one moment