sexta-feira, março 14, 2008

A ordem é samba

Outrora cantaria Ney Matogrosso, "se é samba que eles querem, eu tenho. Se é samba que eles querem, lá vai". Now, Se é franqueza que quer, ôh lindinha, sem pudor nenhum, LÁ VAI!

Em princípio, gostaria de demonstrar minha incontrolável satisfação pós reunião através da sonoridade imaginária de uma GARGALHADA longa, extremamente barulhenta e Maquiavélica. Imaginou? tá, então agora começa a ler.

Fale-me mais sobre postura profissional.
A mim, interessa muito esse assunto, ainda mais quando situado por alguém de boa orátoria, mas de pouca atuação. Aliás, permita-me antes lembrar-lhe que ao falarmos de Postura Profissional, também falamos de bom senso, caráter, sociabilidade e principalmente, EDUCAÇÃO. Fator esse que, enquanto seres racionais, não podemos abnegar em situação nenhuma, inclusive àquelas pessoas as quais não apreciamos.

Isso é respeitar o espaço dos outros.
E além disso, respeitar o espaço alheio significa sobretudo, COMPREENDER que há pessoas mais despachadas, e pessoas mais reprimidas - do popular: entupidas. ( Extravaza!! * Piada interna) .
Tudo bem, até vá, que para atingir o sucesso e a qualidade, precisamos de organização. No entretanto, o excesso de organização é o que conhecemos por Transtorno Obssessivo Compulsivo - TOC. Ou seja, procura um psiquiatra.

Reforço.
A seguir pela ordem de argumentação de outros textos, seria reduntante se eu dissesse que bom humor e EDUCAÇÃO, são pré requisitos básicos ao convívio social e profissional. Não é uma questão de merecimento. Caso fosse seria eu uma mal-educada com razão (*o que não acontece, portanto, te mira no meu exemplo). E de mais a mais, dar o melhor de si ou fazer da mehor maneira possível em um ambiente de trabalho, significa que alguém além de mostrar serviço, faz suas tarefas com dedicação e prazer, e não por obrigação. De modo que caras feias, suspiros, assopros, assemelhados, sem mencionar na agressão ao patrimônio público (ao dedilhar suavemente - e com disposição sem igual - as teclas do teclado) são atitudes que a nem são cogitadas, quanto menos tomadas.

Sobre a próxima frase é melhor pular meus comentários.
Não sei se é burrice, inocência, ou ignorância... melhor nem discorrer sobre tal.
vejamos então para que parte vou..

Sobre diferenças...
ah sim, o que alivia muito a minha alma irriquieta é pensar que nem Hitler conseguiu fazer sua raça dominar o mundo, não séra a 'srta rainha do reino' que vai assumir o posto. Fica na tua cara de jacaré!

Em tempo, penso que é melhor ter bom senso do que não ter padrinhos.
Penso que é melhor ter amor próprio do que ter inveja. Penso que é melhor sinceridade, amizade, risos, do que tanto ódio nesse coraçãozinho, fofa.

Penso que é melhor perder o estágio por jogo limpo do que continuar como "protegida"por falcatruagem,falta de carater, de escrupolos, de vergonha na cara e difamação.

Veja bem, nós (*me dou ao luxo de ser porta-voz desta vez) só queremos o teu bem. Consolidar tua formação profissional e pessoal e te cuidar e fazer crescer. Queremos que tu apreenda, a vida é um apreendizado. Pensa assim ôh: um dia ainda serás muito grata ao que estamos tentando te ensinar, amor.
Sabes que tens toda a liberdade para se aproximar de nós e dialogar como velhas boas amigas. (*contratadas - piada interna 2). Fica tranquila nós em momento algum tivemos a intenção de ofender, agredir, ou te excluir do que é teu. Pelo contrário "Deêm a César, o que é de César. Nem mais, nem menos.



Durma bem,
Se espirrar - saúde!
e um lindo e colorido findi pra você amigaaa!!

5 comentários:

Anônimo disse...

Se for preciso eu chamo a ONU

Vou contar uma historinha para vocês. De terror. Eu trabalhei mto tempo em um lugar onde tinha concuros de humilhação, modalidade de terrorismo e a hora da pressão psicológica. Eu aguentei isso por muitos anos por que levo a sério meus compromissos. O que posso dizer hoje em dia é que aprendi muito neste lugar, mas muito mesmo. A principal foi nunca fazer o mesmo para alguém.Intolerância e maldade tornam as pessoas muito feias. Aprendi também que guardar mágoa dá celulite e fazer plano de vingaça enche a perna de estria. Descobri o verdadeiro significado de justiça e isso eu levo a pé da letra.
Vamos manter uma postura correta sim, por que muitas vezes passamos das medidas, admito meus erros sempre. Mas vamos colocar todas e todos a mão na conciência e ver onde cada um está errado, só apontar os defeitos dos outros e considerar-se vítima todo mundo faz. Vamos achar o que podemos fazer para melhor ainda mais nosso rico trabalho, eu sei que todo mundo que está lá veste a camiseta, inclusive eu que cheguei a pouco tempo.
Vamos zerar a contagem e começar de novo, todos somos adultos e profissionais. Vamos respeitar nossas adoráveis e detestáveis diferenças. Não estamos no BBB 8, não existe o grupo dos bons e dos maus. Não vamos fazer de um lugar tão especial um campo de guerra, vamos parar de rir alto, de falar coisas inadequadas, de colocar fora as coisas dos outros, de não pedir faz favor e de não responder muito obrigada. Com maturidade e calma tudo se resolve. E não vamos esquecer nunca, jornalistas vivem de contatos, nossa profissão não é fácil, temos de ser diplomáticos. Mas caso não role...ser educados um com os outros está de bom tamanho.

Obs.: Peço desculpa se alguma vez deixei alguém mal, certamente foi sem querer, sou de muita boa vibe e tento ser o mais educada possível.

ENERGIA POSITIVA PARA TODOS!!!!
Bitocas, Rita

Laura Píffero... disse...

Concordo com tudo, tudo mesmo Ritinha!!
Quero paz, aliás eu a Pri estamos no nosso último ano de faculdade e muito stress ainda virá, por isso precisamos de PAZ!!!
Espero poder contar com as minhas amigas da SeCom,espero mesmo!!
Adoro TODAS, sem excesão de ninguém , com todos os seus defeitos e qualidades!!

Laura

Laura Píffero... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
prika_jornal disse...

A única coisa que tenho a dizer é que, isso, cada vez mais, só dá pano pra manga..... devemos aprender uma coisa: a gente mais aprende quando escuta do que quando fala. A meditação é a alma do conhecimento. Então, procuremos meditar mais, um exercício solitário, e expressar menos. As vezes, e acho que é o momento, devemos deixar as coisas calmarem dentro de nós mesmos e não deixar sair feito um turbilhão descontrolado. Acredito que o momento é de luto para ambas as partes. As palavras só devem ser usadas quando vêm para trazer solução, do contrário é melhor deixá-las quietinhas, repousando por um tempo.

Danni disse...

eu amei esse post e só quero saber o que aconteceu c o comentario excluido!! hahahaha
deixa pegar fogo, ê-lele!!
te amo, fabém, conta cmigo sempre...
good times and bad!

please, one moment